Utilizamos cookies para garantir que lhe oferecemos a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com seu uso. Para saber mais sobre os nossos cookies, clique  aqui.

As famosas Terras Altas da Escócia são conhecidas no mundo do Mountain Bike pela árdua, longa e rochosa pista da Taça do Mundo de Down Hill de Fort William. Contudo, para além disso, há uma grande riqueza de trilhos que permanecem por explorar.


Eu, Scotty Laughland, um Escocês, vivi na Escócia durante 28 anos mas nunca fui realmente à procura dos melhores trilhos da Costa Oeste. Juntei-me ao embaixador da SCOTT, Monet Adams, que já conhecia a prova de Fort William mas nunca tinha explorado mais além para Norte ou Oeste. Esta seria uma nova experiência para ambos. O nosso fotógrafo e cineasta seria Sam Flanagan, um amigo de longa data. Os próximos dias seriam repletos de boas brincadeiras, gargalhadas e novas experiências.


A Escócia tem a sorte de ter o "direito a vaguear", onde de qualquer forma podes respeitosamente atravessar a terra de bicicleta, a cavalo ou a pé, permitindo uma exploração incrível da bela paisagem rural das Terras Altas.


Começámos a nossa jornada em Fort William, onde infelizmente a viagem começou em baixa, ao sermos recebidos por uma manhã de primavera fria, molhada e com neve. Isso significou que tivemos de alterar um pouco a nossa rota e permanecer em terreno mais baixo abaixo dos 300m devido ao nível da neve. Fizémos a ligação para Mallaig, uma pequena cidade costeira onde saltámos para um avião privado que nos levaria a uma das muitas penínsulas nesta área. De chegada ao quase deserto Loch Laggan, fomos cumprimentados pelos locais, uma população de 3 habitantes e algumas ovelhas. Dirigimo-nos para um caminho originalmente criado pelos vikings que tentaram conquistar a Escócia entre os séculos IX e XII. Este caminho foi feito para transportar os barcos viking entre as enseadas, o que garantiu invasões rápidas e bem-sucedidas.


Pedalámos de volta para o porto através de um pitoresco trilho rochoso e técnico. De volta ao barco e desta vez com destino a Knoydart - o trilho vermelho mais remoto do Reino Unido, por apenas ser acessível por barco. Aqui os trilhos eram variados, alguma argila natural misturada com pistas em terreno compacto com relevês e uma bela perspectiva do oceano. Cedo se tornou clara a razão pela qual o nosso guia Mark Clarke (Alba Mountain Bike) tinha feito esta escolha, terminando os dias de passeio chegámos ao The Old Forge, o Pub mais remoto do Reino Unido, e fomos recebidos por lareiras quentes e barulhentas. Ofereceram-nos uma bandeja de marisco fresco com as melhores iguarias da Escócia. Distraídos pelo conforto aconchegante, tivemos que saír a correr para o ferry para voltar para Mallaig, porque ao amanhecer do dia seguinte estáríamos a caminho da ilha de Skye.


O tempo estava traiçoeiro quando embarcámos no ferry mas quando nos aproximámos de Skye, as nuvens começaram a abrir e o sol iluminou a Ilha. Estacionámos a carrinha fora de Broadford e dirigimo-nos para a costa, o nosso singletrack serpenteava pelos vales até que finalmente chegámos a uma bela frente marítima com uma aldeia abandonada. Subimos por algumas passagens técnicas e desafiadoras, a nossa próxima paragem seria a Baía de Camasunary. Quando descemos, vimos o pôr do sol, a baía estava iluminada e mostrou-nos a verdadeira paisagem da Escócia, com montanhas cobertas de neve, oceanos cristalinos e regiões selvagens. Após tomarmos um café rápido à beira mar, seguimos de depósito cheio para a última subida e descida do lado Oeste da ilha.


Em viagem pela capital das Ilhas de Portree, usámos o nosso último dia a pedalar por Quaraing, a face oriental de Meall na Suiramach e o cume mais a norte de Trotternish na Ilha de Skye. Os trilhos eram rochosos, a qualquer altura podíamos bater com um pedal no chão e portanto era um verdadeiro teste à nossa técnica. Em secções íngremes tínhamos de estar muito á vontade na bicicleta. Foi o final perfeito a pedalar em alguns dos melhores singletracks da costa oeste da Escócia. Para terminar a viagem, fomos ao ponto mais alto do norte de Skye e ficámos no Lookout Bothy, um popular local de observação de baleias e golfinhos.


Enquanto o sol se punha nesta viagem incrível, levantámos um copo de Talisker a uns dias surpreendentes de grandes trilhos, comida local e aproveitámos o tempo enquanto as nossas batatas ferviam para o Bothy Stovie's do Mark. É surpreendente o que tenho à minha porta e não vai demorar muito até a minha próxima aventura em duas rodas a continuar a exploração das Terras Altas!


SCOTT Genius 700 Tuned Bike
SCOTT Genius 700 Tuned Bike
SCOTT Contessa Genius 710 Bike
SCOTT Contessa Genius 710 Bike
SCOTT Vivo Plus Helmet
SCOTT Vivo Plus Helmet
SCOTT Knee Guards Soldier 2
SCOTT Knee Guards Soldier 2

Comentários: Scotty Laughland
Fotografia e vídeo: Sam Flanagan